domingo, 22 de fevereiro de 2009

Sobre o arrastão no centro da cidade

Confesso que nada vi, além de uma onda de pânico generalizada.

Por volta das 17:30, da última sexta-feira (20/02), este blogueiro estava no "Acarajé de Fabi" em frente ao Ricardo Eletro. De repente gritos, corre-corre e portas se fechando. A curiosidade me fez parar para observar. Durante 8 minutos não vi bando nenhum, nada de arrastão. Fui para a associação comercial, conversei com algumas pessoas que também não viram nada.

Perguntei a três policiais e ouvi mais ou menos a mesma resposta:

"Não vi nenhum arrastão, só pode ser boato".

O que mais me chamou a atenção, foi um protestante que pregava "a palavra de Deus" ao lado do palácio Paranaguá. Insistentemente - através de uma caixa de som - ele afirmava que só "Jesus Salva". Ao ouvir a gritaria "olha o arrastão" o pregador se apavorou, fechou a Bíblia rapidamente e se mandou, com caixa de som e tudo.
Faltou fé e convicção ao intérprete da palavra de Deus.

Um comentário: